Lei de Demeter e Ruby

December 8, 2009

Na semana passada tivemos uma discussão bem interessante na Globo.com sobre Lei de Demeter e ruby. Basicamente a questão era: faz sentido se aplicar a Lei de Demeter quando se está usando uma linguagem dinâmica como ruby?

(Para entender o que é a Lei de Demeter, vale a leitura do artigo na Wikipedia).

Ao seguir a lei de Demeter o código escrito tende a ter um acoplamento mais baixo e, portanto, é mais fácil de manter e evoluir. Por outro lado, quando a lei é violada, o acoplamento aumenta. Isso independe se a linguagem utilizada é dinâmica ou não. Ao enviar uma mensagem para um colaborador do colaborador você está aumentando o acomplamento.

Na minha opinião, a questão correta para se discutir é somente: faz sentido aplicar a Lei de Demeter? E, nesse caso, a resposta é a já manjada “depende”.

Assim, sem nenhum contexto, aplicar Demeter faz sentido. Acoplamento baixo é algo desejável. Mas, dependendo do caso, o custo de aplicar a lei pode não compensar. Por exemplo, se o modelo de domínio é muito simples, com pouquíssimas regras de negócio, podemos ser mais pragmáticos, não aplicando a lei, sem que isso tenha maiores consequências.

Como quase tudo que fazemos no nosso dia a dia, trata-se de uma questão de entender o conceito e pesar seus prós e contras dentro de um contexto para então decidir o que fazer.


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.